Superando o Medo da Morte

MorteNesse palco do teatro da vida, o ciclo da existência humana é constituído pelo nascimento, crescimento, reprodução e morte. Esses eventos são naturais e fundamentais para a nossa evolução como um todo. Esse processo evolutivo não é igual para todos e nem segue um padrão específico, pois cada ser está em um determinado grau na escala evolutiva.

A finitude da vida física nesse plano material é vista sob diversos pontos de vista. Como cada ser lida com esse tema está diretamente relacionado com as suas diversas experiências terrenas. Na cultura que tem esse ciclo como um processo inerente a vida os indivíduos percebem a morte como fenômeno natural. Falam abertamente e não sentem desconforto ao Contextualizar sobre o tema. Já em uma cultura materialista existe um tabu em relação à morte, sequer cogitam a ideia, não querem chegar a finitude. 

A morte e a espiritualidade

MorteEsse plano físico é apenas uma etapa no processo evolutivo. Como se fosse uma sala de aula onde recebemos várias lições para as práticas diárias e assim sermos capacitados para atingirmos níveis mais elevados. Quando chegar o fim do ano letivo fecham-se as portas dessa escola. Se você obteve notas boas, medianas ou ruins seguirá para outro nível, não físico, mas levando a bagagem da escola que deixou.

Cada ser é único e tem uma essência própria. No mundo imaterial ele continua a ser quem sempre foi mantendo suas características individuais. Assim sendo se você foi um dos alunos aprovados em sua sala de aula encontrará no outro nível espíritos com a mesma vibração, pois na nova turma as atividades requer que os alunos tenham apreendidas as lições estudadas no ano anterior.

Se você for um aluno reprovado no ano letivo e a porta da sala de aula desse plano físico se fechar, encontrará no outro nível todos os repetentes do mesmo grau de aprendizado. Não existe a possibilidade de seguir a um nível mais alto sem ter apreendidas as lições do ano que findou.

Se o indivíduo era carinhoso, simpático e otimista, vai chegar do lado de lá com essas características. E é nesse nível de frequência energética que ele se estabelecerá. Se a pessoa era carrancuda, cheia de ódio, ingrata ou desajustada, vai chegar lá dessa maneira e criará o seu ambiente com essa mesma vibração energética.

A morte não existe

Ninguém morre e vai descansar! Ou morre e vira santo! Se assim fosse esse universo que grande parte da humanidade acredita ser perfeito, seria injusto. Quando acordamos no outro plano, percebemos que a morte não existe e que a vida continua. Deixamos para trás apenas o corpo de carne e nos apoderamos de outra vestimenta, pois a nova sala de aula requer um novo traje.

Esse plano material é uma sala de aula onde passamos por várias vezes.  Nesse ambiente é onde vamos encontrar os gatilhos necessários capaz de apresentar as nossas próximas lições. Portanto, se deixarmos para trás alguma atividade mal feita, teremos uma próxima oportunidade. Retornaremos para essa sala de aula para assim nos graduarmos em determinada lição.

Essa escola do plano físico é única. Somente nela encontraremos os gatilhos que nos faz aflorar a mágoa, o ressentimento, a raiva, a inveja, o egoísmo, etc. Portanto se você esta matriculado nessa escola da vida e tem a tendência de ficar magoado é isso que você veio curar. Se você é uma pessoa egoísta, nessa sala de aula você veio para apreender a ser humilde, altruísta, bondoso e desapegado.

Apego ao corpo físico

Morte

A nossa essência é eterna, dependendo da sala de aula que frequentamos usamos um determinado uniforme. As pessoas que sentem desconforto ao falar sobre a morte é por que ainda está apegada a essa vestimenta física. Tem medo de perder os prazeres dos cincos sentidos. Essas pessoas no próximo ano letivo terão dificuldades de aprendizagem, pois ainda acreditam que precisam do uniforme físico.

Devemos aproveitar todas as oportunidades nessa sala de aula para sermos aprovados (com estrelinhas) nessa escola da vida. Portanto se a aula que está sendo apresentado para você é a mágoa a lição a ser praticada é o perdão, se for a solidão a lição a ser apreendida é a interatividade com as outras pessoas.

Se você tem a tendência de ser uma pessoa depressiva será que a lição a ser praticada não é levar alegria e amor ao próximo? Comece a observar o que te trás desconforto. Esses gatilhos estão te mostrando a lição a ser apreendida para você não reprovar mais uma vez o ano letivo.

seguimos em frente sendo bons alunos.

Um forte abraço e sucesso sempre!

Se esse artigo lhe foi útil, deixe o seu comentário logo abaixo. Compartilhe o link em suas redes sociais, assim poderemos ajudar mais pessoas. 

Superando o Medo da Morte
5 (100%) 2 votes

Receba Grátis o Ebook: Guia Prático Para Uma Vida Feliz

wilson Pereira Figueredo

Psicólogo e Psicoterapeuta Holístico com Especialização: Saúde mental e Tanatologia Autor dos Livros: Escola da Vida... Caminho para a Felicidade - O Grande Encontro - Câncer... Por que Comigo?

Website: http://simplesmentehoje.com/

2 Comentários

  1. Clarete

    Muuuiiittoo bom …👏👏👏

Deixe o seu comentário