Faça da mágoa e da tristeza degraus para o seu crescimento

No momento atual da sociedade admitir que sente mágoa e ressentimento, você corre um sério risco de ser rotulada de pessoa má. Assim camuflar esses sentimentos faz parte da rotina de milhares de pessoas.

A maior dificuldade do ser humano está em desapegar-se dos velhos padrões e se propor a uma mudança interior. Estamos buscando a felicidade caminhando pela periferia, pois temos medo de enfrentar a natureza de nossos próprios sentimentos.

Aprendemos desde cedo a negar aqueles sentimentos considerados inferiores pela sociedade. Dizer que sente mágoa ou raiva, você poderá ser rotulada como uma pessoa má. E esses sentimentos não expressados com o tempo poderá ser somatizado em seu corpo causando algum desconforto físico.

Admitirmos nossos sentimentos considerados inferiores poderá abrir uma porta para aprendermos a ter autocontrole. Assim nos possibilitando o primeiro passo para a nossa reforma íntima. Nessa nossa caminhada nesse plano físico vamos nos deparar com vários gatilhos e armadilhas que tem a função de nos mostrar onde devemos nos aperfeiçoar.

Esses nossos professores poderão ter a função de nos deixar tristes, rancorosos, magoados ou ressentidos. Cada gatilho poderá desencadear determinada emoção, admitindo esses sentimentos você descobrirá qual o próximo passo para a sua reforma interior. Afinal é para isso que estamos aqui.

Quando consideramos vítima de determinada situação que nos deixou rancorosos e magoados, a reação natural de nosso Ego e devolver na mesma moeda, para que o outro prove os mesmos sentimentos.

Se quisermos viver a Verdadeira felicidade devemos caminhar na contramão do nosso Ego.

 

Quando olhamos essas situações com os nossos olhos espirituais, deveremos sentir enorme gratidão por essas pessoas, pois elas são o espelho de nossa alma e está sinalizando onde nosso diamante deverá ser polido.

Devemos nos libertar desses sentimentos que nos deixam tristes, rancorosos e magoados. Somente reconhecendo-os poderemos dar os passos necessários para a libertação.

Em muitos momentos caminhamos em direção à escuridão e determinada pessoa ou situação aparentemente negativa na verdade é um “mensageiro” um “office-boy” Divino. Infelizmente ainda estamos acostumados a aprender determinada lição com a professora chamada dor.

Os comandos dos Egos transformaram a sociedade em disputas e guerras, estabeleceram às classes sociais, a riqueza e a pobreza e assim a humanidade adoeceu.

Devemos urgentemente passar o comando dessa sociedade para nossos espíritos. Para o espírito que tem em sua essência a centelha divina não existem mágoas e ressentimentos, tampouco disputas e separações. Uma sociedade sem Egos inflados sob o comando do espírito será gerenciada pela energia maior do Amor.

Conhecer teoricamente tudo isso não é difícil, vivenciá-la no dia a dia é que se torna complicado. Por isso exige daqueles que buscam o seu crescimento interior um estudo contínuo para assimilar esse tipo de abordagem.

Dando um passo de cada vez com disciplina e persistência vamos nos conscientizando de nossa Verdadeira essência e assim incorporando esses ensinamentos em nossas relações diárias.

Mesmos para as pessoas que já caminharam alguns quilômetros em busca desses conhecimentos, ainda não estão livres da mágoa, do ressentimento e da tristeza. Todos que se encontra nesse plano ainda necessitam dos gatilhos e das armadilhas, ainda temos lições a serem apreendidas.

Porém deixando nosso Eu Superior no comando de nossa embarcação chegaremos lá. Sabemos que não será fácil, mas tampouco impossível.   

Gratidão sempre.

Se gostar do artigo compartilhe o link em suas redes sociais e deixe o seu comentário logo abaixo.

Direitos autorais da imagem de capa: pixabay

Faça da mágoa e da tristeza degraus para o seu crescimento
Avalie esta postagem

Receba Grátis o Ebook: Guia Prático Para Uma Vida Feliz

wilson Pereira Figueredo

Psicólogo e Psicoterapeuta Holístico com Especialização: Saúde mental e Tanatologia
Autor dos Livros: Escola da Vida… Caminho para a Felicidade – O Grande Encontro – Câncer… Por que Comigo?

Website: http://simplesmentehoje.com/

Deixe o seu comentário